Recuperação Empresarial

Diariamente recebemos notícias de quebra ou fechamento de empresas das mais diversas áreas.

Desde a edição da nova lei de falências, que o legislador, muito acertadamente, visando assegurar também à empresa a responsabilidade social, trouxe a possibilidade da reestruturação judicial e extrajudicial.

Sempre que o empresário sentir que o negócio “não anda bem”, é uma ótima oportunidade para fazer um balanço, apontando os erros e acertos.

Então, não há tempo a perder. É necessário passar o “pente fino”, tirar um “raio x” da empresa, verificar todas as contas, os recebíveis, contas a pagar, o imobilizado, ações judiciais, em que é autor, as em que figura como réu.

Muitas vezes apenas isto não basta, é necessário demitir parte do pessoal, buscar investimento a baixo custo, de preferência capital próprio dos sócios.

Mas nada disto resolve a questão em definitivo, se não houver uma melhora na gestão da empresa. Uma melhora em sentido amplo.

Primeiro é necessário profissionalizar a empresa, ter um controle financeiro e econômico atuante e eficaz, deixar de lado o amadorismo, buscando a excelência no trabalho.

Cortar custos, adequando a capacidade de produção e estrutura às vendas, comprando com preço melhor;
Aumentar o faturamento com rentabilidade, aumentar vendas, com aumento de lucratividade;
Provisionar gastos com possíveis ações que vier a sofrer;
Administrar o risco trabalhista;
Fazer o planejamento tributário;

Para se alcançar isto é necessário uma assessoria jurídica, juntamente com o trabalho de um bom profissional na área da contabilidade, chegando no ponto de equilíbrio necessário para se ter uma empresa estruturada, funcionando leve, sem incêndios diários para serem controlados.

Com a tomada destas atitudes, a empresa passa a progredir, saindo de um verdadeiros caos, até chegar ao equilíbrio, funcionando sem sustos, como deve ser.

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>